Ano letivo 2012/2013

"A escola é mais do que um espaço onde se transmite conhecimento" - Vitorino Magalhães Godinho

quinta-feira, 19 de março de 2009

Poemas para o Dia do Pai

Pai,
Minha fonte energia.
Contar consigo sempre
É a maior alegria.

Pai,
O meu amor é imenso,
Não cabe aqui escrito
O que de ti penso.

Pai,
Para te mostrar
O meu Amor
Ofereço-te
A magia da cor.
Guilherme 3º ano

Pai,
Criador de mim
E da imaginação,
Que me dá asas,
Para a arte.
Nunca me cansarei
de te dizer
Que é bom amar-te.
O tempo passa depressa,
Mas estar contigo
É o que interessa.
Sofia Maio 3ºano

Pai,
És o meu anjo da guarda
Ter-te ao meu lado
É uma alegria
Mais uma vez te falo
Do meu amor
Com um trabalho de cor.
Ana Rita 3º ano

Pai,
Agora que sei escrever
Aproveito para te dizer
Que te dou o meu amo
Neste quadro cheio de cor

Poemas do Dia

sexta-feira, 13 de março de 2009

A cozinha é um laboratório

Esta semana o nosso laboratório foi a cozinha.
No dia 11 de Março de 2009 estivemos a fazer bolinhos de coco, com a ajuda da professora Carina e de alguns dos seus alunos.
Foram precisos quatro ingredientes: açúcar, leite, ovos e coco.
Depois moldámos bem de forma a que se integrassem todos numa só massa.
Em seguida moldámos bolinhas com a massa.
Feito isto colocámos as bolinhas nos papeis.
Depois a nossa professora pôs os bolinhos num miniforno.
No dia seguinte, fomos à pré da São, com os bolinhos de coco.
Quando chegámos, sentámo-nos.
Alguns meninos da São fizeram um teatro chamado “A casa da Mosca Fosca”.
Depois contaram-nos um resumo de uma história que também tinham dramatizado.
A seguir fizemos um piquenique no pátio da pré, onde as educadoras e a professora Carina distribuíram fatias e bolinhos.
Depois regressámos à escola e fomos regar a nossa horta.

Ana Rita 3ºano

sexta-feira, 6 de março de 2009

Diário da Horta

E a nossa horta continua…
Estivemos a plantar chuchus, com a ajuda da engenheira Enoi e do senhor Fernando.
Em primeiro escavámos a terra e separámos a terra boa (solo arável) da terra má (manta morta). O senhor Fernando também escavou com uma enxada em cada buraco, para nos dar uma ajuda.
Depois, com telhas ao alto, fizemos pequenos canteiros.
Misturámos terra com estrume e despejámo-la nos canteiros.
A seguir a engenheira Enoi plantou um chuchu para exemplificar.
A propósito desta nossa plantação aprendemos que os chuchus também se podem chamar pepinelas.
Este fruto pode ser consumido cozido ou frito, em sopas, cremes ou saladas frias. É rico em fibras, potássio e vitaminas A e C e é pobre em calorias. É muitas vezes usado para substituir as batatas.
É uma planta trepadora e os seus ramos podem atingir 15 metros!
Os frutos podem ser arredondados ou terem a forma de pêra e a casca pode ser lisa ou ter espinhos. A sua cor varia entre o branco e o verde-escuro.
Depois de plantado, o chuchu começa a dar os primeiros frutos passados 5 e 6 meses. As maiores produções ocorrem no 2º e 3º ano.
Vive entre 10 e 20 anos. Pode morrer em invernos rigorosos. Gosta de estar ao sol e dá-se bem em solos profundos ricos em matéria orgânica.
Agora além de Moranquicos somos também Chuchuquicos!!

Ana Rita 3ºano

terça-feira, 3 de março de 2009

MoranQuicando

MoranQuicos no Carnaval.
Todos diferentes e todos iguais na alegria da festa.
A professora sonha-as de noite para as recriarmos e reinvertarmos de dia.
Os morangos crescem felizes na nossa horta biológica.
(Obrigada Eng. Enói)
Os tambores rufaram sons da descoberta dos ritmos e das músicas tadicionais. (Obrigada Joana)
Depois as nossas roupas, todas morangos mas todas diferentes, mostraram o nosso grupo diversificado, mas unido.
(Obrigada mamãs).
E agora a edição e a publicação do nosso filme.
(Obrigada Maria)
video